Últimas Galeria


Direitos Autor



Soneto para sonhar poesia- 2
Publicado por: Manuel Saiote

Durmo sobre uma cama de versos,

Um sono justo e vivo

Que me descansa dos reversos

De existência que revivo.


Tapo-me com lençóis de texto

Numa maneira justa e aconchegada

E uso-os como pretexto

Para uma noite bem sonhada.


Deito-me com as letras

E com a alma de poeta

Enrolada por palavras.


Deito-me com os sentidos,

Com as frases... com tudo misturado,

E descubro sonhos escondidos.


MJMS


Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.

©2018. Todos os direitos reservados